carro usado

Vai comprar um carro usado? Saiba o que deve ter em conta

Saiba como comprar um carro usado, como escolher  e os cuidados a ter, as burocracias necessárias e o que deve assegurar.

 

PUBLICADO A 4 MAIO 2022

Se comprar um carro novo requer uma grande pesquisa, tal é o nível do investimento, comprar um carro usado implica não só a mesma (ou mais) pesquisa, como exige a garantia de que o veículo cumpre todas as regras de segurança, que cumpre as leis e, naturalmente, que se encontra em bom estado. Este é um trabalho que vale a pena já que são muitas as vantagens associadas à aquisição de veículos em segunda mão.

 

Como escolher e que cuidados ter?

  • Pense no seu orçamento familiar. Ir poupando ao longo dos meses para uma compra de grande importância poderá evitar colocar-se numa situação de sobreendividamento.
     
  • Certifique-se de que o carro usado que pretende comprar é o ideal para si. Questione se este responde às suas necessidades e estilo de vida.
     
  • Tente saber o máximo acerca do carro. Uma vez que não existe uma entidade oficial a quem possa pedir um histórico do veículo baseado no número do chassis, é importante precaver-se no momento de compra, tentando garantir que está a pagar um valor adequado às condições do veículo. 
     
  • Se comprar o carro a um vendedor particular, pergunte-lhe porque o está a vender, verifique se passou em todas as inspeções e peça informação sobre as revisões anteriores. Se não ficar satisfeito com as respostas ou se notar alguma coisa estranha no test-drive, não tenha problemas em desistir do negócio.

  • Pondere comprar carros usados certificados. Estes são modelos recentes, inspecionados e recondicionados por um concessionário, com garantia do fabricante.

  • Faça render o seu dinheiro. De acordo com os profissionais do setor, a melhor altura para comprar um carro usado é com cerca de três anos, uma vez que a partir dessa altura já não desvalorizam tanto.
     
  • Não se esqueça de fazer um test-drive real, onde deve tentar simular todas as situações do seu dia-a-dia O objetivo de um bom test-drive é perceber os pontos positivos e negativos do carro que vai comprar.

  • Negoceie! O preço afixado não é o preço final e os vendedores estão preparados para negociar valor, extras, garantias, entre outros.

 

Onde comprar carro? Como ter a certeza se o stand é de confiança?

Este pode ser um negócio ainda mais vantajoso se comprar a um particular. Por outro lado, os negócios de compra e venda de carros entre particulares não são cobertos por garantia e podem constituir um risco para o comprador.

Faça uma pesquisa num site de compra e venda de automóveis para ter uma ideia do custo aproximado que poderá ter o carro que quer e compare com o preço de um novo. Pode usar comparadores de preços online, como o AutoUncle para ter uma ideia de quais os preços médios de cada carro. As oportunidades de carros em segunda mão, pode encontrá-las em sites como o AutoSapo ou o StandVirtual.

Pode ainda consultar stands multimarca que, geralmente, possuem alguma oferta ao nível de veículos em segunda mão.

 

Atenção à documentação

Verifique se os documentos estão todos em ordem, nomeadamente o registo de propriedade e o livrete ou o documento único automóvel. Certifique-se que o nome do vendedor consta nos documentos da viatura e se o automóvel já teve outros donos.

Confirme também se os números dos chassis e do motor são iguais aos que constam nos documentos da viatura e analise o livro de revisões. Peça também o código de segurança e antirroubo, o livro de instruções, o certificado de inspeção (caso tenha mais de quatro anos) e o comprovativo do pagamento do imposto de selo.

Certifique-se que recebe o título de registo de propriedade e o livrete ou o documento único automóvel no ato da compra, uma vez que para circular, fazer inspeções ou vender o veículo precisa destes documentos.

Por fim, ao comprar o carro usado, terá de tratar dos papéis necessários para a transferência do registo automóvel. Pode fazê-lo online ou numa Loja do Cidadão. Para tal precisa de cópias do título de registo de propriedade e do livrete ou do certificado de matrícula e do contrato de compra e venda. Os custos podem chegar até aos 65 euros. Tem 60 dias para tratar deste processo.

 

 Fontes: 

www.doutorfinancas.pt/
www.acp.pt

O conteúdo desta página tem caráter meramente informativo, geral e abstrato. Não constitui parecer profissional, nem jurídico. 
Esta informação não dispensa a consulta da legislação em vigor, nem substitui o atendimento técnico qualificado prestado nas conservatórias do registo automóvel.